Dicas Essenciais Para os Motoristas Iniciantes e Para os Aprendizes

A tão sonhada carteira de habilitação é o desejo de muitos. Ela é sinônimo de status, liberdade, lazer e conquista. Também é sinônimo de conforto e de necessidade, pois chegar com rapidez e privacidade a lugares planejados e ter como atender a casos específicos de urgência e saúde não é classificado como luxo.

Geralmente quem está aprendendo a dirigir está querendo ter momentos bons ao volante, livre de sufocos. Se o sentimento de ansiedade tem tomado conta de você, o ideal é manter a calma, sempre se informar e contar com um instrutor de confiança, que lhe passe tranquilidade e segurança. 

Mesmo para aqueles cheios de confiança alguns cuidados, no início, devem ser tomados até que você se torne um motorista com um pouquinho mais de experiência, como evitar sair dirigindo à noite em um dia de chuva, que é muito diferente de um asfalto seco.

Candidato à carteira de habilitação com instrutor

Para ajudar neste momento, vamos listar 12 dicas importantes para que você tenha segurança nesta fase inevitável, que é o início no trânsito e na função de motorista:

1- O Instrutor

Como já iniciamos acima, ter afinidade e confiança no seu instrutor é muito importante, pois vocês precisam estar em sintonia nesta missão de enfrentar as ruas pelas primeiras vezes. A didática do profissional é muito importante. Ele ou ela, precisa te deixar à vontade, no sentido de se sentir relaxado, e confiante, para que você possa se sentir seguro e aprender com mais facilidade.

Comece a aprender sempre com os instrutores de autoescola, que são pessoas habilitadas e preparadas para te ensinar e auxiliar na vivência do trânsito.

2 – Observe motoristas experientes

Esta observação é muito importante. Você pode observar, silenciosamente, a maneira como motoristas de seu convívio dirigem, focando em pontos como a troca de marchas, a ultrapassagem, ao estacionarem, as passagens no quebra molas e suas observações visuais ao trânsito. Esta observação não é para você aprender a dirigir com amigos e parentes, mas sim para que você assimile as habilidades de outros motoristas.

3 – Conheça muito bem a teoria e adquira conhecimento

Ao contrário do que muitos pensam, a teoria que se aprende no processo de habilitação é muito importante para o futuro motorista. Procure aprender bem o que lhe foi proposto, não somente para passar na prova, mas para levar para a sua vida e para o seu dia a dia. Saber sobre as regras e as leis de trânsito evita que você cometa certos erros que poderiam ter sido evitados e te ajuda em questões futuras que envolvam direitos e deveres referentes ao trânsito. Leia conteúdos sobre veículos, isso ajuda a ampliar sua visão de motorista.

4 – Mantenha-se calmo, use técnicas para se acalmar

Se você é do tipo que sua frio ao sentar no banco do motorista, se utilizar de técnicas de respiração para se acalmar é uma boa medida. Respirar fundo várias vezes oxigena o cérebro e traz uma melhora para o corpo. Respire prestando atenção no ar que entra e sai, e siga dirigindo e respirando fundo. Tudo que o seu cérebro precisa é de criar o hábito de estar ao volante, que é uma atividade nova. Não desista, persista pois, a tendência é que você se acostume e que essa tarefa deixe de ser tão desafiadora.

Utilize-se também de técnicas de visualização, que devem ser praticadas fora do volante. Feche os olhos e visualize-se sempre dirigindo bem, feliz, com tranquilidade e chegando sempre em segurança. Você deve visualizar antes de sair, várias vezes ao  dia quando você lembrar e à noite, antes de dormir, que potencializa os efeitos.

5 – Conheça o veículo que você vai dirigir

Cada carro tem sim suas particularidades, por isso, entrar uns minutinhos antes no veículo e verificar o painel, botões, marcha, faróis e setas é de grande importância para voce e sua segurança. Imagine sair dirigindo um veículo que você não sabe onde ficam as principais opções que você pode precisar quando estiver no meio do trânsito.

6- Esteja sempre confortável e com o banco ajustado para você

Ao entrar no carro a primeira coisa que se deve ajustar é o banco. Se ele não estiver perfeitamente ajustado você pode ter dificuldades de alcançar os pedais e de ter uma visão perfeita ao olhar nos retrovisores internos e externos.

7- Domínio do uso das Marchas

Para alguns é uma coisa que chega com o tempo. Você pode se utilizar de duas técnicas para essa tarefa: começar a treinar bem os seus ouvidos e se guiar pelo som do motor, que te pede para passar a próxima marcha ou observar o velocímetro no painel e fazer a troca de acordo com as velocidades alcançadas. O seu instrutor certamente te instruiu ou instruirá sobre o momento certo dessas trocas acontecerem. A forma utilizada pode ser a que você se adaptar melhor. 

Para os carros com câmbio automático, o ideal é fazer um teste e praticar antes de ir para uma rua movimentada.

8 – O uso dos faróis

Os carros contam com dois tipos de faróis, o alto e o baixo. O alto so deve ser usado em locais com muita neblina ou em estradas totalmente desprovidas de iluminação, mas nunca ao cruzar com  outro motorista, pois atrapalha a visão por ser muito forte. O farol baixo deve ser usado durante  a noite e durante o dia, de acordo com a legislação de trânsito atual.

9 – Ultrapassagens e distância dos outros carros

As ultrapassagens devem ser feitas sempre pela esquerda e nunca se esqueça de sinalizar antes com a seta. Os locais proibidos para ultrapassagens também devem ser respeitados. Para quem ainda não se sente seguro, manter-se sempre à direita é a melhor opção. 

Nunca se deve dirigir colado no carro da frente pois aumenta o risco de acidentes se ele fizer uma frenagem inesperada. Uma dica de distância segura é aquela em que se vê totalmente os pneus traseiros do carro da frente. Geralmente quem bate atrás é considerado culpado, com algumas raras exceções.

10 – Calibragem e e excesso de peso

Os pneus devem ser calibrados a cada 15 ou 20 dias e na quantidade de libras indicadas pelo fabricante. Pneus murchos aumentam o consumo de combustível.

Atenção ao excesso de peso no carro, pois isso também eleva o consumo de combustível, além de causar atritos desnecessários do fundo do carro em obstáculos como quebra molas.

11- Dias de chuva e uso do telefone celular

Se você estiver a caminho e a chuva começar é sinal de que você deve diminuir a velocidade. Independente do limite de velocidade da via, o mais seguro é andar devagar. 

O uso do celular no volante é terminantemente proibido. O risco de acidentes aumenta em 400% com o uso e a sua vida é o mais importante. Nem mesmo os experientes devem se utilizar desta prática e o celular só deve ser checado com o veículo parado.

12 – Revisão do carro e documentos

O carro é uma máquina. E como toda máquina ele precisa de manutenção, e revisão precisa ser feita com certa frequência. Os carros mais novos precisam de menos revisões e a necessidade vai aumentando à medida que o carro vai ganhando anos e quilômetros rodados. A checagem dos freios, do nível de óleo e a troca dos pneus são os itens que se deve estar mais atento.

Os iniciantes são mestres em esquecer o documento do carro. Tenha-o sempre com você pois, nunca se sabe quando você será abordado em uma blitz e se estiver sem o documento, certamente você será penalizado por isso. Isso também vale para a permissão para dirigir e para a carteira de habilitação. 

Seguindo essas dicas tudo tende a ser mais simples.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *